AVARÉ 13/09/2019 09:20

“Chamadas desnecessárias ao SAMU podem comprometer vidas”, alerta diretor

Foto: Divulgação

Dos 10.044 mil atendimentos registrados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) entre maio e agosto, 1302 foram trotes. Além disso, 19% constam como “informação” e outros 4% como “engano”.

As informações alarmantes estão em um balanço do 2º quadrimestre divulgado pelo órgão que tem sede em Avaré e presta atendimento a 17 municípios da região.

Conscientização

O SAMU alerta que os trotes podem comprometer vidas. “A ligação desnecessária pode congestionar as linhas telefônicas, comprometendo o deslocamento da ambulância ou até impossibilitando que o médico-regulador faça a orientação sobre os primeiros socorros, procedimento que pode salvar a vida do paciente”, alerta o enfermeiro Adriano de Oliveira, diretor do SAMU Regional Vale Jurumirim.

Crime

Além de prejudicar vidas, o trote aos serviços de emergência é um crime previsto no Código Penal. Quando identificado, o autor é enquadrado no artigo 340 do Código Penal: comunicação falsa de crime ou de contravenção, cuja pena é detenção de 1 a 6 meses ou multa.

(com assessoria)