SÃO MANUEL 13/09/2019 09:02

Ataques de abelhas tendem a aumentar de setembro a março

Foto: Pixabay

As abelhas chegam de repente e, em questão de minutos, instalam suas colméias em lugares nada convencionais: garagens, vãos de parede, forros, montes de entulho, caixas de som, sofás abandonados e até guarda-roupas. Resultado: a família toda entra em pânico, sem saber o que fazer com os novos vizinhos, que, além de zumbir, estão "armados" com ferrões.

A solução desse problema requer alguns cuidados. O principal é não tentar espantar as abelhas sem ajuda especializada. Pode ser dolorido e perigoso, pois as abelhas podem atacar se sentirem que estão sendo ameaçadas, e algumas pessoas são alérgicas a picada de abelha. Além disso, matar esses insetos é ilegal. Isso mesmo: as abelhas estão protegidas pela Lei Ambiental 9065/98. Antes de procurar ajuda, porém, é preciso ter certeza de que as abelhas se instalaram definitivamente. É comum que elas fiquem apenas por alguns dias, indo embora naturalmente se não gostarem da nova vizinhança.

Se o problema persistir, os munícipes pode entrar em contato com o Controle de Zoonoses, que retira enxames gratuitamente. Os especialistas usam roupas, luvas e escadas próprias para a tarefa, além de utilizar técnicas que não agridem nem as abelhas nem os moradores da casa. Uma delas é a fumigação: um pouco de serragem é queimada, e sua fumaça é espalhada com a ajuda de uma sanfona. As abelhas sentem que há perigo, enchem o papo e recolhem o mel. Ficam pesadas e com menos agilidade. Mais calmas, são recolhidas em uma caixa e levadas a um apiário.

Outra tática é fazer a retirada à noite. De dia, as abelhas estão mais agitadas. À noite, as novas inquilinas, que não têm visão noturna, estão mais sossegadas e menos propensas a ferroar.

A procura por esse tipo de serviço aumenta no verão, e a explicação para isso está no ciclo de vida das abelhas. Durante o inverno, a abelha rainha produz mais de 2.000 ovos por dia. Isso provoca uma verdadeira superpopulação nas colméias, e as jovens abelhas são obrigadas a construir novas casas. Por isso, na primavera começa o vaivém das abelhas, processo que é conhecido como enxameação. A movimentação das abelhas é muito grande entre setembro e março.

SERVIÇO
SETOR – CONTROLE DE ZOONOSES
CONTATO: (14) 3841-4403

Fonte: Margarete Magalhães – free-lance para A Folha
https://www1.folha.uol.com.br/fsp/equilibrio/eq1611200017.htm

(com assessoria)